quinta-feira, abril 03, 2008

Habitus e comportamento de um esquerdista

Estive a tempos discutindo com amigos meus quanto da falta e elaboração de um projeto e mesmo conduta de esquerda de nossos nomes que levamos ao parlamento e que uma vez nossos representantes(falo aqui de petistas e da esquerda) que por sua vez, ora, jamais mudam seus habitos ora, adequam se ao habitus , indumentaria burguesa.Antes de 2002 so como exemplo, Berzoini dizia se em loga materia como perfeito trotskista.Era , como declarava-se, perfeito pratico .Isto tenho como prova, aqui em casa, em material do O Globo, da primeira semana apos a vitoria de 2002...Ele ,Gushiken,nosso Lula..."sou pratico. dizia Berzoini...tenho um carro popular, como em lugares populares, sei da etiqueta, mas etiqueta so serve para diferenciar trabalhador da burguesia." e ia alem "tenho dois ternos que nao sao Armani,sao comuns,Dois pares de de sapatos sociais e dois tenis...para que mais?alem disto um apartamento em SPaulo e casa em Ribeira Preto. Realço minhas origens"

Quanta saudade!
elegi proletarios ou medio burgueses que achei, tinham consciencia da necessidade de uma etiqueta, um fino a fino proprio para diferenciarmo nso e repelirmo nos da logica dos status e etiquetas. Nomes que ,gostaria eu,que tivessem asco pela etiqueta e habitus burgueses.Falo por mim e e tenho este direito,assim como boa parte da massa que nestes ainda cre, de assim vermo nos retratados...

Mas infelizmente vemos a nossa turma de juntar inumeras vezes a patuleia nos restaurantes mais finos,discutindo revoluçoes nos espaços nada revolucionarios e que soa pedante e ridiculo em quanto as portas destes , em suas roupas de grife e finesse particulares, o caos se estabelece...Enquanto que , mis á cene,seguem estes nos veiculos e como no caso de muitos de nossos parlamentares , a usos dos melhores serviços nos hoteis dos mais finos...

Dinheiro publico a ser usado por um esquerdista no exercer de trabalho publico deveria ter um fim com maior significado e exemplo para critica a esta sociedade de tabus e lugares sociais demarcados.E claro, jamais significando que devamos tornar o proletario com a mesma sanha e apelo consumista das classes mais abastadas!jamais!senao nao ha qualquer projeto revolucionario, quiça de transformaçao de pensamento!

Nao e importante mostrar que o proletario sabe e tem capacidade de viver na sociedade das etiquetas e que por isto nao e um barbaro.Importante e rir da etiqueta, das formas pre concebidas e elementos de dominaçao e distincionamento entre os homens!!!

Não quero que andem resumidamente apenas de jeans ou chinelas;não é isto,ou coraborar a um antigo estereotipo em que "esquerdista não cheira nem veste se bem",pois aquem destes simples exemplos está a conduta no dia dia.O habitus, necessario romper com a logica de comportamento do dominador , como dizia Frantz Fanon,por que é a condiçao basica de superaçao de situaçao de dominado para o implante de nova ordem!E sabemos que em nosso caso , em nosso partido muitos de nossas fileiras sequer tem uma gota ou noçao do que seja SOCIALISMO!afinal, somos ou nao um partido de esquerda?e que comportameno urge a estes e a nós mesmos?não seria o de romper e ter asco com todo mecanismo de dominaçao?

Salve Evo Morales!Que anda e se porta como indio e sem perder a "classe"e dando valores ainda maiores a seus principios!!!

Armando Aguiar


Prefeitura 2009
Artigo de Leo Barbosa , a respeito das previas e o nome de Alessandro Molon

A base governista terá três candidaturas aqui no Rio. Jandira, Molon e Crivella.
O Lula não pode apoiar publicamente nenhum dos três no primeiro turno. No entanto, acredito que a máquina vá funcionar a favor do Molon (acredito que ele seja o preferido de Lula).


Cabe à candidatura petista construir um discurso que o aproxime do governo Lula e o diferencie dos demais candidatos da base governista. Neste sentido, seria interessante bater na tecla do 'modo petista de governar'. Isto implicaria em um movimento duplo.Primeiro, associaria as conquistas do governo Lula ao seu partido. Segundo, colocaria a candidatura do PT indiscutivelmente mais próxima ao governo do que as demais.

Saiu hoje no Panorama Político do Globo que o mote da campanha do Molon será a união dos governos federal, estadual e municipal em prol da população. Acho que este ponto é importante, mas se a campanha ficar muito dependente disso, acredito que faltará a consistência necessária para ganhar.

O que vcs acham?

saudações,
Léo


Em 02/04/08

1 comentário:

MP3 e MP4 disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the MP3 e MP4, I hope you enjoy. The address is http://mp3-mp4-brasil.blogspot.com. A hug.